Um olhar torto

Acho que não é por mal, mas tem pessoas que fazem comentários desnecessários.

Esses dias, estava eu passeando com meu filho, e eis que um senhor começa a brincar com o Théo, até que o olhar dele mudou. E surgiu a pergunta: ‘Nossa mãe, o que houve com a boca dele? Ele caiu? Nossa, levou até pontos… Deve ter se machucado feio.’

Eu respondi com muita educação dizendo que ele havia nascido com fenda lábio palatina, ou mais comumente chamado de lábio leporino. E ele mal respondeu de volta, e saiu andando com o olhar torto.

E eu pensei… O que passou na cabeça dele, né? Que eu era uma mãe desatenta, que de repente deixei ele se acidentar? Ou depois, que eu devo ter feito algo para que meu filho nascesse com problema que teve?

Bom, eu procuro não levar esses meus pensamentos muito adiante, acho que não fortalece, e não nos ajuda. Mas eu realmente gostaria que meu filho, que não tem ainda capacidade de raciocínio de adultos, passasse por esses olhares tortos. Acho que a pessoa se importar e falar coisas positivas, é super legal, agora um olhar diferente, que faz se sentir mal… Isso não precisava.

Pronto, desabafei aqui.

1 Comment Um olhar torto

  1. Larissa

    Realmente Priscila… um olhar torto muitas vezes dói mais do que palavras! O importante é que sabemos, temos informações, e como vc disse, isso é desnecessário! Um agraço bem grande para vocês!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>