E com 5 meses, eu quero ensinar meu filho a mamar no peito

Será que dá?

Passados os 30 dias da cirurgia, aquele meu sonho de amamentar o Théo permanecia forte! E por que não? Agora a boca dele estava perfeita, então ele poderia aprender a mamar na mamãe, e eu sempre tive muito leite – lembram, né,  que comentei que ele nunca mamou leite em pó, só leite materno que eu tirava para ele a cada 3 horas.

Com a ajuda do nosso anjo, minha amiga especialista em amamentação, Jana, começamos essa nova etapa. Ela veio aqui em casa, e achamos a melhor posição para que ele pudesse começar. Sentado, na posição cavalinho, ele estava dando as primeiras sugadas… As lágrimas escorriam de emoção, ele estava gostando gente! Claro, parecia estar estranhando aquilo tudo, já que sempre ganhou leite na mamadeira, sem precisar fazer muito esforço… Mas estava gostando, imagina, o leite dele, na temperatura ideal, e o melhor, ele poderia mamar o quanto quisesse. Que poder maravilhoso. Eu e a Jana combinamos então que todo dia íamos nos ver ou nos falar para acompanhar a amamentação do Théo.

Aos poucos ele estava aprendendo, mas ele ainda era muito fraco para mamar sozinho, eu ainda precisava fazer muita força com as mãos para que o leitinho caísse na boca dele… Era um processo bem cansativo, mas valia cada segundo. Meu coração de mãe batia cada vez mais forte! E para ajudar ele, fizemos algumas seções de fonoaudiologia, assim ele teria cada vez mais força nos músculos da boca e rosto. E gente, isso é super importante, nós mamães precisamos estar sempre atentas aos sinais que os nossos babies nos dão… Afinal eu já havia percebido que ele não tinha força, então optamos pela fono, que foi super legal. Além de ajudar ele a mamar, ele também estava aprendendo a segurar a chupeta na boca.

Agora, eu podia dizer com o maior orgulho do mundo: EU INTRODUZI A AMAMENTAÇÃO PARA O MEU FILHO DE 5 MESES. Não é mágico? Tudooooo é possível quando queremos fazer algo, e tudo vale a pena pelos nossos pequenos anjos. Aos 5 meses, conseguimos que meu filho aprendesse a mamar no peito, com muito esforço e insistência, mesmo nascendo com lábio leporino, mesmo nascendo prematuro, mesmo passando por cirurgia… CONSEGUIMOS!

2 Comments E com 5 meses, eu quero ensinar meu filho a mamar no peito

  1. Pingback: Fissurados e a amamentação: uma reflexão sobre laço materno. | O Céu da Boca

  2. Pingback: Um dos grandes desafios da maternidade: amamentação e alimentação | Fissurado Pela Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>